Liderança é feita de suor e lágrimas

leadership

Liderar se aprende! Não é de graça: são muitas horas de reflexão, são muitas decisões tomadas erradas, muito trabalho e horas ouvindo o outro de coração e cabeça abertos.

Por Sara Manera

Procurando no Google por textos sobre liderança, encontro uma enxurrada de “Como ser um bom líder”, “Seja um líder de sucesso”, “10 características de um bom líder” e por aí vai. Parece muito fácil e a palavra está na moda. Hoje qualquer pessoa, profissional liberal, dono de empresa, estagiário, prestador de serviço, tem como meta se tornar um líder, de preferência um bom. Lendo as mil dicas de como se tornar um ótimo líder, eu paro e penso: sou eu ou o tema está sendo mitificado, esfolado e mal interpretado? Minha impressão é que o discurso sobre liderança está virando um conto da carochinha. Todo mundo sabe tudo sobre isso, mas são raros aqueles que realmente conseguem tornar-se líderes.

Para aqueles que realmente querem ir além do falatório descolado e seguir à frente, os desafios são imensos, a luta é constante, sobretudo contra si mesmo. Superar-se, não desistir e inspirar os outros são trabalhos hercúleos. Para algumas pessoas é mais fácil e acontece naturalmente, mas para quem não nasceu iluminado, a boa notícia é que é possível aprender a liderar. Não é de um dia para o outro, mas é possível. Liderar se aprende! Não é de graça: são muitas horas de reflexão, são muitas decisões tomadas erradas, muito trabalho e horas ouvindo o outro de coração e cabeça abertos.

Apesar de ver vários textos de autoajuda corporativa sobre liderança, acredito que estamos no caminho certo. Liderar de maneira positiva e saudável é importante e faz todo o diferencial para sua vida, a dos seus funcionários e a da empresa. Não quero chover no molhado, mas realmente é diante de tempos incertos como o que vivemos que os bons líderes fazem a diferença. Eles aceitam o desafio e tentam fazer o melhor da situação e isso, inevitavelmente, tem a ver com modificar hábitos, melhorar, transformar uma cultura seja a própria ou a da empresa. Isso vem com muitas lágrimas e suor. Pessoalmente, não vejo como pode ser diferente.

Quem escolhe seguir à frente, tem a chance de mudar, apostar em uma solução diferente e acreditar no novo. Como este não é um texto de autoajuda corporativo, fica minha admiração para com todos aqueles mortais que acreditam que liderança é uma das causas do sucesso seja nos negócios ou na vida. Tentar e acreditar são fundamentais!

Sara Manera é jornalista com MBA em Gestão de Projetos pelo Senai-Cimatec. Escreve para o blog às sextas-feiras.