Afinal, o que é a comunicação integrada?

A união estratégica entre os diversos braços da comunicação de uma empresa – interna, assessoria de imprensa, marketing e publicidade – vai garantir uma comunicação muito mais coesa e potente com seu público de interesse, sem desperdício de recursos.

Por Mara Rocha

A comunicação integrada nada mais é do que a união estratégica entre os diversos braços da comunicação de uma empresa – interna, assessoria de imprensa, marketing e publicidade. Pautados pelo objetivo definido previamente em um plano de ação, os profissionais dessas diversas áreas, que podem ser relações públicas, jornalistas, publicitários, analistas de redes sociais, entre outros, atuam em conjunto nas plataformas online e off-line, complementando as diversas competências pertinentes a cada um.

E como essa relação se dá na prática? Tomemos como exemplo uma clínica médica interessada em divulgar para seu público final e demais stakeholders o conceito de humanismo, adotado em sua rotina produtiva. Neste caso, é preciso, antes de tudo, uma política de valorização dos próprios funcionários e colaboradores da empresa, além de um treinamento sobre como se portar diante dos pacientes da instituição e seus familiares. Da recepção ao atendimento médico e gestão, tudo precisa ser revisto internamente para assegurar a veracidade do que será divulgado pelos demais setores da comunicação. Não adianta divulgar a informação em outdoor, se o boca-a-boca diz o contrário, concorda?

Enquanto a comunicação interna trabalha o capital humano da clínica, a mensagem será difundida nos espaços publicitários da mídia mais acessada pelo público de interesse. Por ser paga, essa ação garante visibilidade, mas não necessariamente credibilidade ao que está sendo dito. É aqui que entra a assessoria de imprensa, sugerindo pautas, redigindo notas, munindo os jornalistas e formadores de opinião sobre o que a empresa vem realizando para garantir aos pacientes um atendimento humanizado. Ao mesmo tempo, nas plataformas online da instituição, a informação será trabalhada na forma mais adequada para cada meio onde será veiculada.

Ao final, a empresa terá uma comunicação muito mais coesa, potente e sem desperdício de recursos. A união faz a força!

*Mara Rocha é jornalista formada pela UFBA, com  Master em Media Relations pela Business School do Sole 24 ORE de Milão, Itália. Escreve para o blog às segundas-feiras.