Comunicação voltada para advogados e organizações jurídicas

A comunicação integrada permite o melhor posicionamento de advogados, escritórios e entidades jurídicas, pois foca na divulgação de conteúdo relevante, fortalecimento do relacionamento com seus públicos e com a imprensa.

Por Sara Manera

Para atingir estes resultados são usadas ferramentas como assessoria de imprensa, criação, alimentação e monitoramento de redes sociais, publicações impressas e digitais, geração de conteúdo para diversas plataformas, análises setoriais e consultoria estratégica em marketing, eventos e ações diversas.

Em qualquer área, a indicação da qualidade dos serviços de uma empresa por amigos, familiares e instituições tem grande peso na hora de decidir contratar ou não tais serviços. Na área jurídica não é diferente, porém, também aqui não basta ter uma boa indicação, mas divulgar de maneira clara e ética os diferenciais, experiências e expertises do negócio, além de estar acessível em múltiplos canais de comunicação.

Os públicos de interesse de escritórios de advocacia, instituições e profissionais são diferentes e devem ter estratégias de relacionamento também diferentes. Traçando táticas para maximizar a comunicação com cada público é possível aumentar a divulgação, melhorar a imagem e fortalecer a marca. Os usuários e consumidores de produtos e serviços estão cada vez mais exigentes e bem informados, por isso ter uma política de comunicação falha, de conteúdo impróprio ou irrelevante é um caminho fácil para a estagnação e a perda de mercado.

Comunicar-se com eficiência é um diferencial mercadológico! Em tempos de embates éticos, econômicos e políticos falar com os diversos públicos estrategicamente é consolidar sua reputação diante da sociedade.

Sara Manera é jornalista com MBA em Gestão de Projetos pelo Senai-Cimatec. Escreve para o blog às sextas-feiras.